UICLAPER com orgulho

Meus livros na UICLAP

capa

Memórias Arrependidas de Um Poeta Sem Pudor

Memórias Arrependidas de Um Poeta Sem Pudor (Antologia Poética, de 1978 a 2023) Barata Cichetto Comecei a escrever histórias e poesias por volta dos 15 anos de idade, ainda nos anos 1970, mas somente agora, aos 65, posso me considerar poeta escritor. E embora tenha escrito três romances, várias centenas de crônicas e contos, foi na poesia que sempre me encontrei. Milhares foram escritas e publica

Saiba mais
capa

Silêncio do Mar

Luís Roxo, nasceu em Coimbra, Portugal. Desde muito cedo se revelou ter um talento para a escrita, pintura e música. Considera que a arte é a sua forma de estar e respirar, evocando que todos somos pequenas partículas com alma, que pertence ao corpo do Criador, por isso busca a trilogia da alma e da criação, através da palavra que nasceu antes do Universo, da paisagem pictórica e do som, notas uma

Saiba mais
capa

O Banqueiro Anarquista

O texto "O Banqueiro Anarquista" (1922) de Fernando Pessoa, único conto publicado em vida pelo autor, utiliza uma linguagem filosófica para expor as ideias de Pessoa sobre a liberdade. O conto, lançado na primeira edição da revista "Contemporânea" em Maio de 1922, apresenta um banqueiro que se autodenomina anarquista. A contradição entre capitalismo, revolução e anarquismo é central, mas o persona

Saiba mais
capa

O Silêncio das Nuvens

Repleto de perguntas retóricas e reflexões filosóficas, como a natureza da existência humana: "Seria a vida uma jornada espiritual eterna? Um holograma da criação divina? Uma prisão virtual para servirmos outros propósitos dos Deuses?" e autoconhecimento: "Olhar para dentro de ti e encarar o reflexo das estrelas nos lagos da tua alma.", reflexões essas que convidam o leitor a contemplar a profundi

Saiba mais
capa

Os Lusíadas

No ano em que se comemora o 500º aniversário de Luís de Camões, a Editora Poetura, criada para divulgar a cultura lusófona, orgulhosamente apresenta o texto integral da obra mais importante da Língua Portuguesa: "Os Lusíadas". Os Lusíadas é uma obra de poesia épica do escritor português Luís Vaz de Camões, a primeira epopeia portuguesa publicada em versão impressa. Provavelmente iniciada em 1556

Saiba mais
capa

Os Lusíadas

Camões 500 Anos No ano em que se comemora o 500º aniversário de Luís de Camões, a Editora Poetura, criada para divulgar a cultura lusófona, orgulhosamente apresenta o texto integral da obra mais importante da Língua Portuguesa: "Os Lusíadas". Os Lusíadas é uma obra de poesia épica do escritor português Luís Vaz de Camões, a primeira epopeia portuguesa publicada em versão impressa. Provavelmente i

Saiba mais
capa

Desgraçados

“Era um desgraçado, aquele sujeito!”, ainda pensou Fagna ao retirar a mão de unhas longas de dentro da calcinha depois de se masturbar pensando no marido morto. — Desgraçado! Desgraçado! Desgraçado! Desde menina, Fagna nunca refreou seus pensamentos, nunca os censurou e nunca deixou de segui-los, na maioria das vezes com custos altos que além da perda da filha de 18 anos, lhe custara também o mari

Saiba mais
capa

Centípede, A Sociedade das Águas

Quando Benjamim nasceu ele tinha exatos trinta e três anos. E quando escrevo isso, estou sendo exato, pois não me refiro a uma pessoa que tinha tal idade à época do nascimento de Benjamim, mas a ele mesmo, o próprio Benjamim. Seria um estranho caso? Sim, poderia ser um caso estranho, acaso não fosse essa apenas uma frase que me ocorreu numa madrugada insone. A maldita frase ficou ribombando dentr

Saiba mais
capa

Dr. Robot

Meu nome é Dr. Robot. Ou melhor, sou um médico e meu nome é Robot. E esta manhã acordei de sonhos intranquilos... E quando digo sonhos... Foram dois, um dentro de outro... Sonhei que sonhei... Eu estava deitado em uma mesa de cirurgia, na imensa sala rodeada pelo Cérebro Coletivo. Ao meu lado três androginoides usando roupas de médico humano. Eles tinham instrumentos cirúrgicos nas mãos e um dele

Saiba mais
capa

Eu e Outras Poesias

Augusto de Carvalho Rodrigues dos Anjos nasceu em Engenho do Pau D'Arco, atualmente Sapé, na Paraíba, em 20 de abril de 1884. Foi um poeta brasileiro muitas vezes identificado como simbolista ou parnasiano. Todavia, muitos críticos preferem classificá-lo como pré-modernista, pois encontramos características nitidamente expressionistas em seus poemas. Conhecido como um dos poetas mais críticos de s

Saiba mais
capa

Catálogo de Escritores e Poetas Lusófonos - 2024

Tomando por princípio que a literatura lusófona é definida como a produção literária dos países onde o português é a língua oficial, incluindo Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Macau, a Editora Poetura organizou esta "Coletânea de Escritores e Poetas Lusófonos". A seleção apresentada foi feita por Luís Roxo e Barata Cichetto, basead

Saiba mais
UICLAP